Arquivo do Autor: Carla Baldwin

5 MAKES QUE SÃO A CARA DO VERÃO: PRA COPIAR JÁ!

É claro que, até mesmo no Verão, nós queremos estar por dentro de todas as tendências que rolam pelo mundo fashion e também pelo mundo da maquiagem, né? Afinal, gostamos de nos sentir lindas e realçar os nossos pontos fortes com alguns produtinhos de make nunca fez mal a ninguém 😉 Por isso, eu selecionei makes que vão BOMBAR nessa temporada – tem desde aquela carinha saudável de praia, até a polêmica sombra vermelha – é pra testar todas e depois vir me contar o resultado, combinado?

Os melhores panetones e chocotones de Natal de 2019

Dos clássicos aos elaborados, passando pelos queridinhos das crianças, confira o nosso já tradicional ranking dos melhores panetones de Natal

 

Panetone (Foto: Marcel Valvassori)

 

Ojá tradicional ranking dos melhores panetones eleitos pelaVogue ganha no seu sexto ano consecutivo uma (necessária) divisão por categorias, tamanha a diversidade de ofertas hoje disponíveis. Escolha a sua!

Ranking anual dos Panetones de Natal (Foto: Divulgação/ Reprodução)

 

#1 OS CLÁSSICOS:

São aqueles que você já sabe exatamente o que esperar, são a mesma (e deliciosa) receita há anos, nunca decepcionam. Na ordem, meus favoritos:

Panetone, Chocotone e Pandoro Bauducco

Panetone com chocolate, uvas passas e laranja da Bráz Pizzaria

Panetone Antica Ricetta Fasano

#2 OS MELHORES PANETONES:

São os clássicos, com frutas secas. Daqueles que provei neste ano, meus favoritos foram:

Mondo Pane: receita tradicional do panetone italiano, de fermentação natural, do chef Salvatore Loi com Rodolfo Maniçoba, padeiro da nova casa de pães nos Jardins (r. Haddock Lobo, 1398). Super leve, com sabor suave, umidade perfeita, recheio de frutas secas e pedacinhos cristalizados de casca de laranja e de limão (um sonho!).

Panettone Felice e Maria, receita de família do chef Massimo Ferrari, também de fermentação natural, leve, úmido e bem recheado de frutas secas e amêndoas.

Panettone Artigianale, da Puratos (à venda no Carrefour da rua Pamplona), feito com o “lievito naturale”, o fermento natural, hidratado da mesma forma desde 1923 e conservado ainda na Biblioteca de Massa Madre da Puratos, na Bélgica. Leve, úmido, fresco e bem recheado de frutas secas.

Novo menu da Sto Pao, Rua Padre Joao Manuel. Jardins, Sao paulo. Foto: Thays Bittar (Foto: Divulgação/ Reprodução)

 

 

#3 OS MELHORES CHOCOTONES:

Santo Pão (R. Padre João Manuel, 968): chocotone artesanal, de fermentação longa, com chocolate meio amargo que se misturava à massa e uvas passas. Se tivesse que escolher apenas um neste ano, seria esse. Mistura perfeita, suave, leve, sem ser doce demais, mas com sabor marcante do chocolate.

Mondo Pane (r. Haddock Lobo, 1398): também de fermentação natural, sua massa leva chocolate ao leite e chocolate em pó 50%, tem recheio de gotas de chocolate ao leite e meio amargo e cobertura de crosta de farinha de amêndoas e amêndoas laminadas.

#4 OS RECHEADOS E BEM DOCES:

Stefan Behar: os panetones e chocotones do Stefan Behar já são praticamente um clássico, e o de Nutella virou objeto de desejo daqueles mais “formigas”. São sempre fartos, com produtos de super qualidade, doces, com recheios e coberturas abundantes. Neste ano, provei o Panettone de Frutas coberto com chocolate ao leite francês, que escorre sobre a massa a cada fatia cortada.

Carole Crema: não à toa, a chef coleciona tatuagens de formigas, sua criação para esse Natal é um escândalo para os amantes dos panetones mais doces e recheados. O Honeycomb  tem uma massa de longa fermentação com sabor de caramelo toffee. O açúcar da massa é caramelizado. É recheado com doce de leite argentino, pedaços de honeycomb cobertos com chocolate e cobertura de chocolate caramelo Gold Callebaut e farofa de honeycomb.

Lindt: recheado com creme de avelã e cobertura de gianduia.

#5 PARA CRIANÇAS:

Chocotones, com gotas e cobertura de chocolate, sem frutas cristalizadas nem muitos recheios doces, costumam fazer mais sucesso com a pequena de 6 anos lá em casa. Mas, neste ano, um deles foi imbatível: Panettone Brigadeiro da Amor aos Pedaços. É um panetone tradicional, sem frutas, que acompanha uma bisnaga de brigadeiro e um sachê de granulado. Em um almoço com as amigas, a sobremesa foi certeira. Elas retiraram o centro do panetone, rechearam a massa e depois cobriram com o mesmo brigadeiro e o granulado. Depois, partiram para comer aos pedaços. Uma festa. Só tem que abstrair dos excessos de brigadeiro deixados pelo caminho.

O que é o Orgonite

Procurando saber o que é o orgonite? Então este artigo é para si, leia o artigo na íntegra e saiba tudo aquilo que esta mistura de metal, resina e quartzo pode fazer por você e pelos seus entes queridos. Ele foi inventado por Karl Welz em 1990 e desde então passou a ser muito usado.

Muitas vezes notamos que o ambiente está carregado de tal forma que sentimos tudo ficar arrastado, outras tantas vezes ficamos até com dor de cabeça por conta disso.

Em geral, isso acontece por conta do excesso de energia negativa canalizado para o ambiente através de sentimentos externos como o rancor, ódio, inveja, maledicência etc. Mas como devemos nos proteger? Sabe que suas propriedades místicas podem lhe ajudar nesse tipo de situação?

Nota: Por vezes não é fácil comprar uma peças destas feita corretamente, pois devem passar por processos de energização e serem construídas com metais e pedras adequados entre outros assuntos mais técnicos. Porém, comprar um orgonite feito com o intuito comercial, você pode estar comprando apenas uma peça bonita que nem funcionará para a finalidade que você busca. 

Benefícios do orgonite para a saúde

orgonite em cone

Como falamos, o orgonite possui uma forte ação de proteção espiritual, impedindo que energias nefastas tomem conta do ambiente e prejudiquem de alguma maneira as pessoas.

Portanto, os benefícios do orgonite para a saúde possuem relação direta com os problemas que as energias negativas podem causar.

Como exemplo podemos citar a seguinte situação: se num determinado ambiente há uma energia densa originada por uma severa inveja, o que pode causar dor de cabeça, náuseas, irritações, pânicos, etc.

Esta mistura atua exatamente nesses sintomas, não deixando que a dor de cabeça se torne muito forte, por exemplo.

Características místicas

Pelo fato do orgonite “saber se defender” das energias hostis de um determinado lugar, muitos acreditam em outra característica mística da pedra, ou seja, potencializar a lei do retorno. Muitos esotéricos têm relatado experiências em que ele foi capaz não só de neutralizar a energia negativa lançada para uma pessoa, mas também devolvê-la a sua origem.

Propriedades

O orgonite não é uma pedra natural, na verdade foi o resultado de uma combinação feita por Karl Welz na década de noventa ao misturar determinados metais, resinas e quartzo.

A ideia de Welz com sua criação era apenas ter uma pedra capaz de neutralizar as energias negativas do ambiente.

Significado do seu nome

Esse nome vem do orgone, como controlador das energias positivas e negativas que existem no cosmos.

Coloração

Os orgonites possuem coloração variada, uma vez que são composições, ou seja, artificiais.

Efeitos no mental, emocional e espiritual da pessoa

No mental impede que a aproximação das energias negativas causem irritação, ansiedade e que tomemos decisões precipitadas, blindando nossos pensamentos contra obsessores, por exemplo.

No emocional, o orgonite permite que estabilizemos nossos sentimentos, evitando que entremos em processos depressivos, de angústia, medo e fobias.

No campo espiritual, atua evitando a aproximação de entidades trevosas que em geral querem apenas tumultuar nossas vidas.

Efeitos terapêuticos

Percebemos que esta mistura de resina, cristais e metal, assim como várias pedras criadas em “laboratório” sofrem uma espécie de preconceito dentro do meio, pois não são muitas as terapias conhecidas, especialmente no Brasil, que utilizem essa pedra. No entanto, aos poucos essa mentalidade está mudando, muito em função dos poderes comprovados da pedra.

Ela está cada vez mais sendo utilizada em retiros (locais em que as pessoas se reúnem por um tempo maior e se recolhem em oração). Assim, seus praticantes podem estar reclusos e sem sofrer qualquer tipo de interferência do plano astral nas suas orações, meditações, etc.

Orgonites como usar

Podemos afirmar que existem muitas formas de os usar e a lista ficaria muito exaustiva. Aqui a sua criatividade é quem vai mandar, pois a função dos orgonites é transformar a energia negativa para positiva. Veja alguns sítios comuns onde aplicar.

  • Perto dos objectos eletromagnéticos, TVs, computadores, celulares, entre outros,
  • Dentro da casa, numa divisão que queira harmonizar,
  • Junto das plantas,
  • Pode usar um de bolso e andar consigo para onde desejar de forma a transmutar a energia negativa.
  • Junto da água que você consome,
  • Num animal,
  • Por baixo da cama onde dorme,
  • Entre outros,

Signos ligados

A orgonite não está associada diretamente a nenhum dos signos que compõe o zodíaco, por isso, acreditam que seja especial de alguma forma para todos.

Profissões ligadas

Ele produz um tipo de energia diferenciada e que é muito positiva quando utilizada no ambiente de trabalho. Contudo, por ser uma espécie de “pedra de laboratório” não possui profissões específicas para proteger.

11 CRISTAIS DE CURA PARA TER SEMPRE POR PERTO

A cristaloterapia é um sistema ainda pouco difundido na cultura ocidental, mesmo que a cultura pop venha a difundir a imagens de cristais de cura nos mais diversos cenários, inclusive como cristais de cura. Uma prova de que estamos em frente ao misterioso mundo dos cristais frequentemente mas simplesmente não assimilamos corretamente sua função por puro preconceito ou desinformação, é que eles são usados em larga escala pela indústria cinematográfica e cada vez mais por pessoas influentes.

 

Entretanto, ainda que eles passem desapercebidos ou recebam somente um significado fantástico, é inevitável dizer que todos os que tiveram contato íntimo e verdadeiro com os cristais acabam reconhecendo seu poder e jamais abandonam estes poderosos aliados. Tais belos itens geológicos são vistos o tempo todo em santuários espirituais não à toa, inclusive nas mãos de pessoas dotadas de fama e poder.

 

Aruj Shah é a proprietária de uma pequena loja na Union Square de Manhattan, repleta de cristais dos mais variados tipos e energias. Shah é uma das fornecedoras destas maravilhas energéticas, e garante que uma vez que seus clientes descobrem os benefícios da energia dos cristais, eles passam a fazer parte de toda a rotina de seus clientes.

A editora e Style Caster, Jasmine Garnsworthy, é uma de suas clientes que atesta as palavras de Shah. Garnsworthy conta uma ocasião na qual visitou a loja de Shah, e ao reunir tudo o que desejava, Aruj envolveu sua pequena seleção de cristais cuidadosamente em tecido branco enquanto detalhava as virtudes de cada pedra. Shah disse “você deve segurar este em sua mão para que se sinta nutrido. Como um abraço de energia”, pegando uma rocha suave e rosada.

 

Segundo a descrição de Garnsworthy, Shah dizia essas palavras com a certeza de um médico prescrevendo antibióticos para uma infecção no tórax. O cristal mencionado se tratava de uma Ágata de massa brilhante diferente e recomendou que a carregasse junto ao corpo todos os dias para “abrir a comunicação”. E assim o fez.

 

CRISTAIS PARA SEREM USADOS COMO CRISTAIS DE CURA

O caso acima citado é apenas um dos exemplos de quem, por um impulso, adquiriu determinados cristais e passou a utiliza-los como a prescrição – sem arrependimentos. Mas como saber com qual cristal começar esse processo introdutório? Os cristais de cura parecem uma boa ideia, certo?

Com uma infinidade de cristais de cura existentes, pode ser verdadeiramente difícil reconhecer quais são cristais de cura realmente eficazes para ter sempre perto de si. Levando isso em conta, listamos a seguir alguns dos melhores e mais recomendados cristais de cura segundo profissionais de cristaloterapia.


  • cristais de cura: Ágata

    ÁGATA

    Ágata, já mencionada acima, é um cristal relativamente comum em adornos e itens decorativos; essa variedade translúcida de quartzo microcristalino é uma pedra semi-preciosa formada nas cavidades das rochas ígneas. A Ágata é também a pedra da comunicação, capaz de ajudar seu usuário a se conectar com as forças da natureza e se nutrir de suas energias.

 

  • cristais de cura: Quartzo Roza

    QUARTZO ROSA

    O Quartzo Rosa, além de ser belíssimo e estar entre as grandes preferências da maioria das pessoas, é um cristal que está intimamente alinhado com as energias do amor. O amor é uma das maiores forças vibratórias do universo, ele ajuda a trazer uma energia realmente poderosa para seu usuário e a atingir uma grande paz interior. Se o Quartzo Rosa estiver em seu formato geológico natural, o estado em que ele ainda se encontra envolto por rocha dentro de uma cavidade, ele se torna ainda mais poderoso para aqueles que buscam a força interior.

    Quando está envolto pela rocha e voltado para dentro, ele foca as energias no amor interior, ou seja, no amor próprio, auxiliando-o a desenvolver o gosto pela própria existência e ser gentil consigo, sem cobranças desnecessárias.

  • cristais de cura: Prehnita

    PREHNITA

    A Prehnita é um cristal de cor verde-clara quase limpa, apresentando algumas propriedades bem especiais e peculiares. As energias canalizadas pela Prehnita têm o potencial de elevar as energias que ficam entre os chakras do umbigo e do plexo solar. Acima de tudo, isso significa que você será capaz de obter uma melhor compreensão de como as emoções desempenham um papel importante na manifestação de seus sonhos.

    A Prehnita é realmente uma pedra maravilhosa para aqueles que têm de lidar diariamente com uma baixa auto-estima. É altamente recomendada para quem está em processo de superação de algum vício e para encorajar a acreditarem em si mesmas.

    A energia emitida pela Prehnita possui ainda a capacidade de criar uma espécie de campo áurico em volta do usuário e no ambiente em que se encontra; além da proteção contra energias de cunho negativo, esse campo áurico trabalha a fundo a cura do usuário. Imagine como se fosse estabelecido uma forma de santuário, livre de energias negativas e dedicado a concentração e meditação profunda.

  • cristais de cura: Calcita

    MANGANO CALCITA OU CALCITA COR-DE-ROSA

    É fácil notar como existe algum tipo de correlação entre a cor de um cristal e suas propriedades; no caso sobre a cor rosa e as propriedades ligadas ao amor nas terapias com cristais. No caso da Mangano Calcita com tons delicados de rosa e branco vemos que ela é muito útil para quem sente uma grande dificuldade em permitir que os outros o amem. É possível que você se sinta muito bem em entregar seu amor aos outros, mas não é muito eficiente e nem mesmo se sente à vontade quando os outros tentam lhe entregar tal sentimento.

    Antes que isso se torne um problema por trazer desequilíbrio aos relacionamentos, tanto familiares como amorosos, lance mão da Mangano Calcita para ajudar na liberação do chakra cardíaco e na limpeza e suavização do corpo emocional. Essa calcita é capaz de liberar bloqueios e padrões emocionais prejudiciais que estão profundamente enraizados, dissolvendo traumas emocionais através do amor.

  • cristais de cura: Cristal Lepidolita

    LEPIDOLITA

    Outro cristal relacionado a calma e a confiança, a Lepidolita trabalha a aceitação e traz uma energia mais relaxante, equilibradora e calmante para a seu usuário. A Lepidolita funciona como uma pílula em forma mineral energética, com seu teor de lítio que ajuda a equilibrar a mente; muito recomendada por profissionais para pessoas que têm alguma dificuldade em tomar decisões devido a ansiedades diversas.

    Por seu controle de ansiedade ela também é utilizada para tratar casos de insônia. Pode ser uma ótima ferramenta durante a meditação e orações por facilitar o caminho a paz interior e a concentração, se livrando de todas as preocupações e interferências externas.

  • cristais de cura: Hematita

    HEMATITA

    A Hematita talvez seja um dos cristais mais indicados para aqueles que simplesmente não conseguem se decidir a quais cristais recorrer. A Hematita também é conhecida como o cristal do chakraraiz, ajudando a reunir todas as energias do corpo assim como a manter essas energias conectadas às energias de apoio da mãe terra.

    Apenas essa propriedade já torna essa pedra valiosíssima na sociedade moderna, onde passamos tanto tempo em processos mentais que poucas vezes nos lembramos de tocar o chão e relaxar. Através dessa conexão obtém-se pensamentos mais claros e tranquilos para a vida em geral.

  • cristais de cura: Fluorita verde

    FLUORITA VERDE

    Conhecida como a pedra do coração e do crescimento espiritual, a energia emanada pela Fluorita verde é capaz de criar uma ordem mental mais organizada e compreensível, algo extremamente valioso para tomadas de decisões das triviais às mais importantes. Tudo isso é possível pelo alto poder calmante que esse cristal possui; no campo da psique ela trabalha a paz e a harmonia interna. Fisicamente ela se reflete em benefícios para o coração, pulmões, brônquios, reduzindo problemas cardíacos e respiratórios em geral; o melhor de tudo é que você não irá encontrar nenhuma contraindicação no seu uso.

  • cristais de cura: Ametista

    AMETISTA

    A ametista já merecia entrar em todas as listas de cristais simplesmente pela sua incrível beleza; ela é frequentemente utilizada na confecção de uma grande variedade de joias, desde as mais simples até as mais finas. Usar uma joia feita de ametista, além de elevar sua autoestima pela beleza, é uma sábia decisão por motivos que ultrapassam a barreira da estética.

    Este, que é um dos cristais mais conhecidos e procurados do mundo transmite energias realmente poderosas e é capaz de despertar os chakras superiores adormecidos. Dotada de uma forte energia protetora, ela cria grandes campos energéticos protetores e consegue transmutar energias negativas em positivas de maneira muito eficiente. Intimamente ligada ao nosso lado espiritual, ela desperta sentidos extras e pode promover a cura à medida que estimula o crescimento espiritual humano.

  • cristais de cura: Calcita Verde

    CALCITA VERDE

    Além dos clássicos atrativos como dinheiro e prosperidade que estão relacionados à Calcita Verde, ela possui potencial para trazer mais equilíbrio mental e reduzir a rigidez intelectual, abrindo a mente para aceitar novas formas de pensamento. Isso acontece pois a Calcita Verde atua diretamente no quarto e no sexto chakra, onde ela consegue a liberação de padrões antigos de pensamento junto ao sexto chakra, e um contato mais íntimo às emoções destes padrões junto ao quarto chakra. É um cristal excelente para ser utilizado em situações de transição onde seja difícil encontrar o desapegoou para quem precisa se libertar de algo material ou emocional antigo.

  • cristais de cura: Quartzo

    QUARTZO FENSTER OU ESTRIADO

    Para começar a descrever esse cristal podemos dizer que uma das grandes recomendações sobre ele, feitas por especialistas da cristaloterapia, é para evitar ao máximo que se carregue muitos deles em sua mão ao mesmo tempo. Este quartzo teria uma frequência energética tão alta que se você for muito sensível e segurar vários deles simultaneamente, provavelmente sentirá um desequilíbrio energético quase que de imediato. Esse cristal é belo e poderoso justamente por suas diversas particularidades; em seu complexo interior existem inúmeras janelas, câmaras e poços de ar.

    Quando a luz solar atinge essa galeria interior, todas as pequenas lacunas refletem a luz de volta ao ambiente de maneira tão intensa que o cristal parece literalmente estar brilhando em suas mãos; alguns casos mostram uma “explosão” tão forte de luz que são diversos os relatos em que o cristal parece estar quente nas mãos. Podemos dizer que esse cristal reduz a instabilidade de padrões emocionais externos, e é capaz de atuar diretamente no corpo físico com a programação celular (especialmente as musculares).

    Sua energia atua de maneira efetiva no tratamento de vícios, problemas oculares, distúrbios alimentares e tiques nervosos, atuando ainda de forma bastante efetiva para alinhar e energizar o chakra do plexo solar, etc. Entretanto, crê-se que o maior benefício que a energia desse cristal pode proporcionar é de apoiar a evolução do seu espírito, ajudá-lo a vibrar em um nível mais alto e restaurar o equilíbrio e o fluxo de energia.

  • cristais de cura: Turmalina Negra

    TURMALINA NEGRA

    Existem basicamente 3 palavras que podem muito bem definir a Turmalina Negra: proteção, cura e vitalidade. Aliás, pouquíssimas pedras no mundo tem um poder protetor tão grande como o da Turmalina negra. Não é à toa que a humanidade não economizou em rituais, talismãs e todo tipo de manifestação mística que faça uso desse cristal, a literatura sobre essa gema e seus usos para proteção é realmente vasta.

    Pensando mais especificamente em fatores de cura, os poderes protetores da Turmalina Negra também são excelentes, já que ela evita que energias e pensamentos negativos cheguem até o seu usuário, reduzindo igualmente as chances de ele próprio emitir ondas negativas que prejudiquem sua psiquê e seu físico. O pensamento de muitos estudiosos da área é que o cristal ganha uma carga através de aperto ou mudança de temperatura, desenvolvendo polos eletromagnéticos no processo. Isso também possui uma aplicação curativa; essa habilidade para polarizar é significativa para a cura através de cristais, pois esse processo permite que a energia mude conforme a necessidade do usuário.

    Essencialmente, isso quer dizer que a energia ruim é transformada em energia neutra e pode ser transferida para energia positiva junto à Turmalina Negra. Esse é um cristal excepcional em lidar com a reciclagem de vibrações negativas direcionadas à você a partir de outras pessoas ou mesmo das que partem de si próprio, transformando a energia negativa em algo positivo em sua vida de maneira geral. Se sente que precisa de alguma proteção ou capacidade de transformação de seus pensamentos, a Turmalina Negra pode ser perfeita para você. 

 

CONSIDERAÇÕES E FORMAS DE USO DOS CRISTAIS DE CURA

 

Os cristais de cura estão à disposição de todos, mas na maioria das vezes as pessoas adquirem artefatos de cristais única e exclusivamente por sua beleza estética; não há mal nenhum nisso, afinal são itens realmente belíssimos, mas existe ali um mundo muito mais vasto do que apenas um brilho chamativo.

 

Os cristais de cura têm a habilidade de filtrar e canalizar diferentes tipos de energias, oferecendo assim diferentes propriedades para melhorar a vida de seu usuário. Para tirar o melhor proveito disso, convém que saiba como utiliza-los, igualmente a quais cristais utilizar para cada situação. Os harmônicos energéticos vibratórios de cristais e pedras, individualmente são usados para ajudar a calibrar as vibrações na aura psíquica de um indivíduo, assim como um “afinador” pode ajudar um músico a encontrar o tom correto através de uma referência. Basicamente, as vibrações dos cristais são supostamente necessárias para fornecer auxílio com suas próprias vibrações fora de sintonia em seu campo áurico. E é claro que existem sim maneiras de usar as energias das pedras para fins externos com outros propósitos.

 

Em regra geral, os cristais que são fixados em algum ambiente procuram tratar de gerar um campo vibracional para todos que estejam próximos, seja com fins de proteção ou meramente para reduzir os ruídos energéticos externos, por exemplo. Esse uso é muito comum no local de trabalho para uma mente mais aguçada, na entrada de uma residência para proteção e também em locais de meditação para elevar o espírito.

 

Já os cristais de cura que ficam próximos ao usuário atuam diretamente sobre a energia do mesmo, de modo que isso acontece ao levar o cristal junto ao corpo, ao segura-lo em alguma sessão de meditação ou como parte de algum adorno (brincos, anéis e colares). Todas as formas de uso são excelentes, mas leve em conta cada particularidade das mesmas; se precisa que ele atue sintonizando diretamente com suas energias, por exemplo, talvez o melhor seja mantê-lo junto ao corpo. Não se esqueça também de verificar mais informações também sobre como energizar e purificar seu cristal, para que ele esteja sempre ativo.

O QUE É AROMATERAPIA?

Resultado de imagem para O QUE É AROMATERAPIA?

Aromaterapia utiliza aromas para tratar doenças e problemas mentais, espirituais e psicológicos. Consiste em aplicar óleos essenciais de plantas em prol da saúde de um indivíduo. Através da extração desses óleos essenciais, a aromaterapia tem poderes benéficos para pessoas, crianças e animais em diversos aspectos da vida. Pode também ser facilmente utilizada, desde que com o conhecimento adequado. Os aromas podem ser isolados ou combinados para atingir objetivos específicos e de acordo com a personalidade das pessoas.

BENEFÍCIOS DA AROMATERAPIA

Imagem relacionada

O principal objetivo da Aromaterapia é equilibrar o corpo e a mente. Para potencializar seu efeito, ela é dividida em três áreas:

  • Dermatologia e estética: voltada para tratamentos de pele e corpo. Exemplo: acne, clareamento de manchas, limpeza de pele, celulite, estria, desintoxicação, gordura localizada e flacidez.

  • Aromacologia: utiliza óleo essencial e sintéticos para alcançar efeitos psíquicos e comportamentais. Exemplo: pode despertar o bom humor, elevar a criatividade, trazer segurança e eliminar o estresse.

  • Terapia complementar: óleos essenciais auxiliam a medicina tradicional no tratamento de inúmeras enfermidades. Entre elas: doenças respiratórias, insônia e má digestão.

HISTÓRIA DA AROMATERAPIA

Em 1928, o químico francês René-Maurice Gattefossé escreveu o livro “Aromathérapie: Les Huiles essentielles hormones végétables”. A obra era resultado de um estudo sobre as propriedades terapêuticas dos óleos essenciais que começou em um laboratório.  A família de Gattefossé era proprietária de uma indústria de perfumes. Enquanto trabalhava, Gattefossé queimou sua mão acidentalmente e a mergulhou numa vasilha contendo óleo essencial de lavanda. Para sua surpresa, a queimadura foi curada rapidamente, não infeccionou, nem deu bolhas e cicatrizou.

Desde então, os óleos essenciais e a aromaterapia passaram a contribuir com a medicina. Eles foram utilizados em soldados feridos na Segunda Guerra Mundial e hoje auxiliam na beleza e rejuvenescimento da pele.

BENEFÍCIOS DO REIKI

reiki é uma palavra de origem japonesa que significa energia vital universal. Ela dá nome a uma técnica descoberta no início do século XX por Mikao Usui. Nela, são utilizadas as mãos para captar e transmitir energia. Esta energia canalizada promove a harmonização e transformação do ser humano, bem como é capaz de curá-lo de doenças.

O reiki promove diversos benefícios. Esta terapia complementar pode ser aplicada na prevenção, no tratamento e na recuperação de males físicos, mentais, emocionais e espirituais.
Quando passamos por uma situação de tensão, nosso organismo, entre outras coisas, libera os hormônios cortisol e adrenalina. Estes hormônios estão diretamente ligados ao estresse. O estado de estresse prolongado pode ocasionar casos crônicos de ansiedade ou depressão e, até mesmo, úlcera estomacal ou infarto do miocárdio.
 Ao ganhar uma descarga de energia positiva do terapeuta especialista em reiki, o paciente tende a relaxar. Assim, a sensação de desgaste, tensão muscular, ansiedade e alteração de humor desaparecem. Com o corpo, mente e espírito equilibrados, o sistema imunológico é fortalecido. Deste modo, quem vai passar por cirurgia está preparado para intervenção médica. Os demais estão protegidos contra qualquer enfermidade que possa surgir.

PRINCÍPIOS DO REIKI

Abaixo seguem os “Cinco Mandamentos do Reiki” criados por Mikao Usui. Eles foram baseados em antigos estudos e devem ser repetidos como um mantra. Para Usui, ao alcançarmos a saúde mental, conquistamos a saúde física.

 
1. Hoje eu abandono a raiva.
2. Hoje eu abandono as minhas preocupações.
3. Hoje eu conto com todas as minhas bênçãos.
4. Hoje eu faço o meu trabalho honestamente.
5. Hoje eu sou gentil com todas as criaturas vivas.

APLICAÇÃO DO REIKI

O reiki pode ser aplicado em todas as pessoas: crianças, adultos e idosos, do sexo feminino ou masculino.

  • Durante as sessões, os pacientes são orientados a ficar sentados ou deitados.
  • O terapeuta posiciona as mãos sobre pontos específicos do corpo.
  • A energização acontece por toque ou imposição.

O reiki pode ainda ser enviado à distância. Mas, para recebê-lo de forma satisfatória, o paciente precisa ter iniciação nível um nesta técnica.

 

CASAMENTO NO MARROCOS – CONHEÇA AS RICAS TRADIÇÕES E COMEMORAÇÕES

 O Casamento no Marrocos envolve muito mais do que a cerimônia do matrimônio em si. Com ricas tradições, os rituais e comemorações começam até três semanas antes da celebração religiosa. Os costumes podem variar de comunidade para comunidade, de acordo com as influências que cada uma absorveu das culturas árabe, berbere e ibérica. Porém, a influência dos megorashim – judeus de origem ibérica – foi a mais forte nas cidades da costa norte e se espalhou por todo o país. Diversos costumes relacionados à celebração do casamento são seguidos ainda hoje por judeus que vivem no país, e por aqueles que vivem em outros lugares. Conheça como era celebrado o Casamento no Marrocos pela cultura judia.

 

AS PREPARAÇÕES PRÉ-NUPCIAIS DO CASAMENTO NO MARROCOS

 

O compromisso de noivado era realizado por um acordo verbal entre as famílias judias no Marrocos. Em torno de uma semana antes do casamento, o pai da noiva e o noivo iam até o sofer do Bet Din, o escriba do Tribunal Rabínico local, para oficializar o compromisso. A partir de então, o noivo assumia o compromisso de sustentar e zelar pela futura esposa e o pai da noiva reafirmava o valor do dote acordado previamente. O documento que contém o acordo, redigido pelo sofer diante do Bet Din, servia como base para a Ketubá, contrato nupcial lido na cerimônia de casamento, sob o chupá – pálio nupcial.

 

Quando terminava a celebração religiosa, o pai da noiva convidava todos os presentes para admirarem o enxoval da filha em sua casa. Entre eles, roupas, joias e objetos que levava para o seu novo lar. Logo após, familiares, amigos e vizinhos eram convidados para a comemoração. Enquanto isso, os judeus de Tânger, não realizavam nenhum compromisso prévio, o acordo era feito na própria ocasião das bodas.

 

Nas semanas que antecediam o Casamento no Marrocos, eram realizadas diversas festividades nas casas dos pais dos noivos. Eram celebrações em que familiares e amigos se reuniam para apresentar o jovem casal, dando os votos de uma vida próspera e feliz. Os convidados costumavam ofertar presentes à noiva como bandejas com doces e enfeites para adornar o arranjo que usaria na cabeça no dia do casamento. Outros presentes simbólicos eram usados para trazer bons augúrios, felicidade, fecundidade e prosperidade ao novo casal.

 

É costume no Marrocos realizarem casamentos nas quartas-feiras à na noite. No dia anterior, ocorre na casa dos pais da noiva a “Festa da Hena”, com participação dos familiares e amigos. Nesta celebração, a noiva, que por vezes está vestida de vermelho, tem as mãos e pés pintados de hena, planta que produz tinta vermelha. O objetivo é proteger a jovem do “ayin’ará”, o mau-olhado. Na mesma noite, era comum o noivo também celebrar em sua casa, porém sem hena.

 

O “GRANDE VESTIDO”, EL-KESWA EL-KEBIRA, DE CASAMENTO NO MARROCOS

 

Nos locais onde se fixaram os judeus e espanhóis, os trajes da noiva eram repletos de preparativos e suntuosidade, comparado aos preparativos de uma rainha para se coroada. O vestido da noiva era elaborado e rico, semelhante aos trajes utilizados pelas rainhas da Espanha. Conhecido como “El Gran vestido”, ou pelo seu nome árabe, el-keswa el-kebira, durante séculos foi usado sob o chupá por grande parte das noivas marroquinas, o que era um indício dos Sefarditas sobre as comunidades do Marrocos.

Resultado de imagem para vestido de noivas marroquinas

 

 

O “Grande vestido” era composto pela zeltita, uma farta saia-envelope comprida, feita com veludo de seda vermelho ou marrom e ricamente bordada com fios de ouro, algumas vezes com pedras semipreciosas incrustadas. A parte superior tinha um corpete de veludo da mesma cor da saia, gombazh, ornado com bordados e sete botões de prata. Por baixo, as kemam et-tesmira, mangas longas estufadas e tramadas com fios de ouro. O traje era complementado com um cinturão largo, que podia ser ornamentado com fios e pérolas.

 

Resultado de imagem para vestido de noivas marroquinas

O traje era repleto de significados. As curvas bordadas em fios de ouro que subiam da bainha representavam a fertilidade. Círculos dourados no colete simbolizavam o infinito ou o sol. Os setes botões de prata do corpete representavam as “Sete Bênçãos” da cerimônia de casamento, que eram repetidas no fim de cada uma das refeições festivas, ao longo da semana das Sheva Berachot que se segue à chupá.

 

O arranjo da cabeça era variado, podendo ser um turbante feito com lenços coloridos trançados, uma coroa de prata incrustada com pedras preciosas ou tiaras bordadas. A noiva levava ainda um festul, longa echarpe de seda branca ou verde, coberta por um pequeno véu branco transparente, o elbelo, ao ser entregue ao noivo.

 

Diferente de como era em alguns lugares da Diáspora, no Marrocos a noiva usava um véu fino, para não impedir que o noivo visse seu rosto. Os judeus do Marrocos acreditavam que a mulher tinha que ser sempre vista e “homologada” pelos familiares e amigos de convívio do noivo nas diversas cerimônias, como uma forma de confirmação da sua identidade.

 

O DIA DO CASAMENTO NO MARROCOS

 

Imagem relacionada

O ritual de vestir a noiva era designado às mulheres que tivessem conhecimento das tradições. Em alguns povos, as mulheres coloriam as pálpebras da noiva e penteavam seus cabelos com duas tranças. Também pintavam em seu rosto símbolos contra o “ayin’ará” e, em suas mãos, desenhos ou letras hebraicas com hena.

 

Era costume a família do noivo ir à casa do pai da noiva para busca-la e levar para a casa de seu noivo. Ao recebê-la, o noivo a levava até o talamon – um tipo de trono em que a sogra esperava a futura nora ao som do “Baruch Habâ”, entoado pelos presentes. Eram acesas velas diante do trono, iluminando o caminho da jovem noiva que se descortinava à frente do casal.

 

A Ketubá, contrato nupcial da cerimônia de casamento, lido sob o chupá (pálio nupcial) é preparada anteriormente e quase sempre escrita à mão por um sofer. Depois da celebração do casamento na chupá, a noiva se senta no talamon, a cadeira nupcial, e é erguida pelos familiares realizando um passeio pelo local, enquanto são tocadas alegres melodias. Depois, os noivos recebiam presentes dos convidados, que eram anunciados um a um em voz alta. No próximo dia, é costume a mãe da noiva colocar sonhos, mel e leite no lado de fora do quarto do casal, desejando “que dulce lo vivas”, ou seja, que tivessem uma vida juntos doce como mel, rica e límpida como o leite.

 

OS DIAS DA ALEGRIA PÓS CASAMENTO NO MARROCOS

 

Durante “sete dias de alegria” após o casamento, ou Sheva Berachot, um jantar especial era realizado em cada noite. Na última noite, era celebrada a Seudat ha-Dag, a refeição do peixe, um dos pratos obrigatórios no cardápio. A família toda participa e traz seus votos de uma vida próspera para os recém-casados. Além disso, como o peixe representa a fertilidade, os convidados desejavam à noiva: “Que sejas tão fértil quanto os peixes”.

 

Existem muitos costumes que marcam a entrada da noiva pela primeira vez em sua casa no Marrocos. Porém, todos têm o mesmo propósito: atrair os bons augúrios para uma vida fértil e próspera, guiada “por las costumbres y las hadas de los nuestros” e “bendecida por los Sadikim, por Abram Abinu y por El D´os de Israel”.

CASAMENTO INDÍGENA – COMO É CELEBRADO? DESCUBRA!

Cada cultura e crença religiosa possui um ritual matrimonial diferente. Por mais que exista semelhanças, toda cerimônia tem suas particularidades. O Casamento Indígena é realizado através de costumes que variam de tribo para tribo. Os antigos Tupinambás e os atuais Xavantes por exemplo, admitem a poligamia, enquanto os Xoclengues praticam a poliandria (casamento grupal). Porém, a maior parte das tribos brasileiras é monogâmica.

 

Existem diferentes regras, que variam entre as tribos, como a permissão para um índio casar ou não com uma pessoa que não é índia. Na tribo dos Tinguis-Botós por exemplo, o casamento com pessoas não índias é permitido. Porém, aquele índio é impedido de continuar residindo na tribo. É importante ressaltar que a pessoa branca não passa a ser índia por ter casado com um indígena.

 

Resultado de imagem para A CELEBRAÇÃO DO CASAMENTO INDÍGENA

Para realizar o Casamento Indígena, algumas tribos perpetuam rituais religiosos semelhantes ao da Igreja Católica. Enquanto outras, apenas festejam o casamento de líderes como Pajé ou Cacique. Existem tribos que até permitem casamentos em igrejas e fazem uma cerimônia exclusiva para os índios na tribo em outro determinado momento. Na maior parte das culturas indígenas, homens e mulheres só estão prontos para o casamento depois que passam por rituais que comprovam que são realmente adultos.

 

A CELEBRAÇÃO DO CASAMENTO INDÍGENA

 

A celebração do Casamento Indígena possui rituais incríveis, que variam de acordo com a tribo e o momento da história em que ela se localiza. Geralmente, a cerimônia do casamento acontece ao ar livre e é celebrada pelos anciãos da tribo. Possuem duração bem maior do que casamentos da cultura do homem branco.

Imagem relacionada

Apesar dos rituais serem diversificados entre as tribos, as cerimônias aborígenes têm em comum o alto nível de espiritualidade e misticismo no evento. O casamento acontece por iniciativa dos pais da noiva e as mulheres costumam se casar bem mais novas do que os homens.

 

Como parte da cerimônia indígena, é levado ao casal ainda jovem um paparuto – alimento típico da tribo Krahô-, que tem a finalidade de ser entregue e trocado entre os pais de ambas as famílias. A troca dos paparutos ocorre até o nascimento do primeiro filho do casal. Isso demonstra que a cerimônia indígena – o casamento ao ar livre, ritos de passagem, entre outros – dura muito mais do que uma noite.

 

O dia da celebração do casamento em si, é repleto de música e danças típicas, feitas por todos os membros da tribo em volta do casal. Os recém-casados são iluminados por uma fogueira, que desperta um clarão na escuridão da noite.

 

Em algumas tribos como os Kaiowas ou dos Tamoios, os anciãos preparam uma resina colorida para o dia da cerimônia, que é aplicada nos braços da noiva simbolizando a passagem para uma nova fase em sua vida.

Dicas de Pielke Marcelino: Saiba o modelo ideal de franja para o formato do seu rosto .

As franjinhas estão de volta com tudo, mas muita gente tem medo de cortar por achar que não irá combinar com o formato do seu rosto. Saiba que você pode cortar sem medo, pois existem diferentes tipos de franja que podem combinar com o seu rosto.

 

A franja é uma ótima opção para quem quer mudar o visual sem alterar o comprimento dos cabelos. O melhor de tudo é que existem diferentes tipos de franja para você sempre inovar, além do fato de nunca sair de moda.  Pielke Marcelino Trouxe alguns modelos para você conhecer os melhores modelo para cada formato de rosto.

 

Tipos de Franja para rosto redondo

As pessoas que tem rosto redondo podem sim ter franjinha, a melhor opção é a franja longa e lateral, que traz a impressão de um rosto mais afinado. É ideal para quem quer dá uma disfarçada nas bochechas.

Tipos de Franja para rosto quadrado

As franjinhas baby bangs caem super bem para quem tem rosto quadrado. São caracterizadas pelo comprimento mais curtinho,  acima da sobrancelha e estão super na moda.

Além de destacar as sobrancelhas, ela também traz a impressão de um rosto com mais assimetria. 

Tipos de Franja para Rosto triangular

Para quem tem o rosto triangular, o modelo de franja cortininha é uma ótima opção. Além de valorizar o rosto e olhar da pessoa, cai bem em cabelos grandes ou curtos, solto ou preso, é ideal também para o verão, pois não cobrem toda a testa.

 

Franja ideal para rosto oval

O rosto oval é o que mais se adapta a qualquer estilo de franja, seja longa, curta, desfiada ou em formato de U invertido.

Pessoas com o rosto oval podem ousar e mudar sempre, pois tudo lhe cai bem, mas geralmente as mulheres preferem franjas para rosto oval mais longas, que cobrem as sobrancelhas. É um modelo mais romântico e menininha.

 

Franja lateral para harmonizar o rosto

Mulheres que tem rosto triangular geralmente possui uma testa maior. Para aquelas mulheres que possuem uma testa maior, para o rosto ficar mais harmonioso os especialistas sugerem a franja lateral.

O legal da franja lateral é que por terem um comprimento maior, a pessoa tem a opção de prender quando enjoar ou quiser fazer penteados.

Podemos ver que opção não falta. Não tenha medo de mudar, procure um cabeleireiro profissional e peças referências, com certeza ele vai lhe ajudar a achar o melhor modelo para você.